Atualizações   •   Grupos   •   Artigos   •   ICMS Esportivo

“Quem entra no esporte, nunca sai”, afirma Vinícius Garcia em entrevista.

Publicado em 02/04/2017 por

Imprimir Salvar em PDF Envie para um amigo por email

Foto: Arquivo Pessoal

Futsal, handebol, futebol de campo… foram várias modalidades praticadas por Vinícius Garcia. Mas foi no voleibol que o treinador encontrou seu espaço.

Vinícius é o atual auxiliar técnico do Unipac/Uberlândia, equipe que ocupa a 10ª colocação da Superliga B. O treinador ressaltou as conquistas e declarou amor ao esporte.

Confira agora a entrevista completa do Observatório do Esporte de Minas Gerais com Vinícius Garcia:

Como você começou a ter contato com o esporte?

“Comecei na infância. Joguei futsal, handebol, futebol de campo e também atuei no rugby. E foi então que decidi e tive o interesse de me profissionalizar. Muitos profissionais me apoiaram. Então cursei Educação Física. Nunca quis me afastar do esporte.”

Existe algum técnico ou técnica, que seja um grande exemplo para você?

“Tive três técnicos. Tim e Allan Campos me ensinaram bastante no handebol e atualmente estou trabalhando com o Manoel Honorato no vôlei. Ele possui vasta experiência e é uma referência para mim.”

Como você avalia as categorias de base atualmente? Podemos esperar novos talentos surgindo nos próximos anos?

“Vou falar como ex-atleta: as categorias de base são muito menosprezadas. Porque não é o que vai dar visão, título e patrocínio. Mas esse ponto de vista tem mudado. Por exemplo, o Manoel comanda uma categoria de base com atletas que começaram desde pequenos. Eu tenho uma expectativa boa sobre talentos e sobre o investimento, mas podem melhorar.”

Para você, o que significa o esporte?

“O esporte faz parte da minha vida. É saúde, lazer e adrenalina. É estar em quadra e sentir o carinho da torcida. Quem entra no esporte, nunca sai.”

Qual a sensação de ter sido premiado no “Melhores do Ano 2016”?

“Eu não esperava, mas foi perfeito. Fiquei super feliz. Para o treinador é muito importante, pois o trabalho é reconhecido.”

Quais são suas principais conquistas como treinador?

“Eu também trabalho como auxiliar técnico do Manoel. Conquistamos o JEMG e em 10º lugar da Superliga B com o Unipac/Uberlândia masculino.”

Um recado para os técnicos que queiram iniciar carreira no esporte ou que estão começando.

“Infelizmente não é fácil, mas é gratificante. É muito bom ver atletas que estão sendo bem sucedidos reconhecendo você como primeiro técnico, lembrando de quando ajudou. É uma área que vale a pena investir.”

Comentários estão fechados

Vídeos

Exercício no frio faz mal? Exercício no frio faz mal?

07/07 Exercício no frio faz mal?

ABC do ESPORTE – VÔLEI FEMININO ABC do ESPORTE – VÔLEI FEMININO

28/06 ABC do ESPORTE – VÔLEI FEMININO

Aprenda a ensinar: Badminton Aprenda a ensinar: Badminton

22/06 Aprenda a ensinar: Badminton

Saúde Mental e Esporte Paralímpico: da Inclusão ao Alto Rendimento Saúde Mental e Esporte Paralímpico: da Inclusão ao Alto Rendimento

14/06 Saúde Mental e Esporte Paralímpico: da Inclusão ao Alto Rendimento

Treino em qualquer lugar: exercícios rápidos e eficientes Treino em qualquer lugar: exercícios rápidos e eficientes

12/06 Treino em qualquer lugar: exercícios rápidos e eficientes

Série Aprenda a Ensinar: Judô Série Aprenda a Ensinar: Judô

01/06 Série Aprenda a Ensinar: Judô

Aprenda a Ensinar: ginástica artística – Transforma Rio 2016 Aprenda a Ensinar: ginástica artística – Transforma Rio 2016

25/05 Aprenda a Ensinar: ginástica artística – Transforma Rio 2016

VIDEODICAS | JP VERGUEIRO | TODOS POR UM: ONGs CAPTANDO JUNTAS VIDEODICAS | JP VERGUEIRO | TODOS POR UM: ONGs CAPTANDO JUNTAS

05/05 VIDEODICAS | JP VERGUEIRO | TODOS POR UM: ONGs CAPTANDO JUNTAS

Desenvolvido por Softbis