Brasil fica em 3º lugar no ranking da Gymnasiade e 07 atletas mineiros sobem ao pódio

Publicado em 09/05/2018 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly
Delegação brasileira presente na Gymnasiade Crédito: Divulgação/ Secretaria de Educação

Delegação brasileira presente na Gymnasiade
Crédito: Alexandra Alves

Depois de sete dias recheados de disputas, festas e de momentos inesquecíveis, a Gymnasiade 2018 chegou ao fim. Aconteceu hoje (09) em Marrakech a cerimônia de encerramento dos Jogos Escolares Mundiais, onde a bandeira do evento foi passada a China, país sede da próxima edição. Ao todo, 911 meninas e 899 meninos de 58 países participaram nas disputas das 18 modalidades esportivas do evento [1].

O Brasil ficou no terceiro lugar geral com 78 medalhas conquistadas, sendo 24 de ouro, 23 de prata e 31 de bronze. A equipe brasileira ficou atrás apenas das delegações ucranianas e marroquinas, que conquistaram 106 e 87 medalhas respectivamente [2].

Os alunos-atletas mineiros também brilharam na competição, trazendo sete medalhas para casa. Mateus Camilo, ginasta belo horizontino da E.E. Professor Leopoldo de Miranda, conquistou o ouro na competição por equipes e a prata na barra fixa. A atleta de Lagoa Santa Thaís Michele, estudante da E.E. Padre Menezes, também fez bonito com o bronze no revezamento medley. Rafaela Cristine brilhou ao conquistar o terceiro lugar no arremesso de disco. A atleta é natural de Poços de Caldas e representa a E.E Francisco Escobar.

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Os alunos do Colégio Izabela Hendrix tiveram um ótimo desempenho na competição, conquistando 5 medalhas. Victor Rocha levou para casa o ouro no revezamento 4×100 livre e o bronze no revezamento 4×100 medley. O aluno-atleta Victor Rocha brilhou conquistando o terceiro lugar nos 100m borboleta e no revezamento 4×100 medley.

Victor Baganha (direita) com a medalha de bronze dos 100m borboleta. Crédito: Divulgação ISF

Victor Baganha (direita) Crédito: Divulgação ISF

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Na ginástica artística, Eduarda de Carvalho ficou com o ouro na competição por equipes [3].  Belo horizontina e aluna do Colégio Izabela Hendrix, a ginasta possui diversas premiações. Entre elas, a medalha de bronze na última edição da Gymnasiade, as cinco medalhas de ouro do Jogos Escolares da Juventude (disputado em 2017) e o primeiro lugar geral no Campeonato de Ginástica Rítmica de Minas Gerais, em 2016.

A mineira Eduarda Braga de Carvalho (de azul) compôs a delegação brasileira no Marrcos. Foto: Divulgação/CBDE.

A mineira Eduarda Braga de Carvalho (de azul) compôs a delegação brasileira no Marrcos. Foto: Divulgação/CBDE.

A experiência de participar da Gymnasiade vai para além das medalhas. Durante o dia, tendas focadas em promover a integração, a diversão e a chance de fazer novos amigos [4] ficavam montadas perto das vilas dos atletas. A noite, aconteciam os festivais culturais, onde alguns países compartilhavam os seus costumes, música, danças e tradições. O calor do povo marroquino, a viagem, as disputas, os eventos deram aos jovens atletas brasileiros diversas memórias das quais nunca irão se esquecer.

Observatório do Esporte de Minas Gerais

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Comentários estão fechados

Videoteca

#EsporteSemAssédio – Conheça campanha do Ministério do Esporte #EsporteSemAssédio – Conheça campanha do Ministério do Esporte

09/04 #EsporteSemAssédio – Conheça campanha do Ministério do Esporte