Cruzeiro é pentacampeão sul-americano de Vôlei e Montes Claros garante terceiro lugar

Publicado em 05/03/2018 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly
Com o título, equipe cruzeirense garantiu vaga no Mundial de Clubes. (Foto: Uarlen Valério/O Tempo)

Com o título, equipe cruzeirense garantiu vaga no Mundial de Clubes. (Foto: Uarlen Valério/O Tempo)

Montes Claros acompanhou mais uma edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes e mais uma vez o Sada Cruzeiro sobe no lugar mais alto do pódio. A equipe mineira levou a melhor sobre o Lomas Voley por 3 sets a 0 com as parciais de 25/19, 25/18 e 25/20. O Montes Claros Vôlei ficou na terceira colocação após vencer o Bolívar por 3 sets a 1, parciais de 28/30, 25/23, 25/23 e 25/15.

Quinto título Sul-Americano e 30º na história do Sada Cruzeiro. A hegemonia celeste ganha mais um capítulo e mais um espaço a ser ocupado na galeria de troféus. O time comandado por Marcelo Mendez enfrentou grandes equipes sul-americanas e fechou a competição com 100% de aproveitamento, com doze sets ganhos e apenas um set perdido na fase classificatória, contra o Peerless.

O torneio continental teve início no dia 27 de fevereiro e terminou na noite do último sábado (03.03). Para chegar à final, o Sada Cruzeiro se classificou em primeiro lugar do Grupo A, formado por Montes Claros e Peerless. Na semifinal enfrentou o Bolívar e levou a melhor por 3 sets a 0. Na decisão contra o Lomas, a equipe celeste contou com a presença dos torcedores, que saíram de Belo Horizonte para soltar o grito de campeão junto ao time.

Com o troféu sul-americano nas mãos, o multicampeão tem vaga garantida no Mundial 2018 que será realizado no fim do ano. O capitão cruzeirense, Filipe Ferraz, fez aniversário no dia 1 de março. O jogador comemora a data junto ao feito em Montes Claros.

“Este foi o melhor presente de aniversário possível! Essa nossa família Sada Cruzeiro está de parabéns, mais um título de Sul-Americano e mais uma oportunidade de disputar o Mundial de Clubes. É mais um ano em que estamos firmes, ganhando títulos e mostrando a nossa força. Esta equipe está toda de parabéns, atletas, comissão técnica, que segue fazendo um trabalho maravilhoso”, afirmou Filipe.

Além do troféu, o Sada Cruzeiro contou com cinco nomes na lista da seleção do campeonato. O Simon foi eleito o melhor jogador, Leal é o melhor ponteiro, Isac eleito um dos centrais, Uriarte melhor levantador e Serginho eleito o melhor líbero. O Lorena, da equipe Montes Claros Vôlei, também está na lista como melhor oposto.

Terceiro lugar.

A competição foi de grande aprendizado também para o Montes Claros Vôlei. A equipe foi anfitriã da competição pelo segundo ano consecutivo e teve a vantagem de ter o seu torcedor por perto. Na edição anterior, o MOC fechou o torneio em quarto lugar após derrota para o UPCN na disputa pelo bronze. A página foi virada e desta vez o time não decepcionou e completou o pódio sul-americano na terceira colocação ao vencer o Bolívar por 3 a 1.

O Campeonato Sul-Americano de Clubes Masculino é organizado pela Confederação Sul-americana de Vôlei, tem apoio da Federação Mineira de Voleibol e viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Classificação

1º – Sada Cruzeiro (BRA)
2º – Lomas Voley (ARG)
3º – Montes Claros Volei (BRA)
4º – Personal Bolívar (ARG)
5º – Club Peerless (PER)
6º – Thomas Morus (CHI)

Seleção sul-americana

MVP
Simon – Sada Cruzeiro (BRA)

Ponteiros
Leal – Sada Cruzeiro (BRA)
Lucas Ocampo – Lomas Voley (ARG)

Centrais
Isac Viana – Sada Cruzeiro (BRA)
Jonadabe Santos – Lomas Voley (ARG)

Levantador
Nicolas Uriarte- Sada Cruzeiro (BRA)

Oposto
Fabrício (Lorena) – Montes Claros Vôlei (BRA)

Libero
Serginho – Sada Cruzeiro (BRA)

Casa do Vôlei

Pelo segundo ano seguido Minas Gerais recebeu o Sul-Americano de Clubes de Vôlei.

Em 2017, as disputas femininas foram realizadas em Uberlândia e tiveram o Rexona-Sesc como campeão sobre as anfitriãs do Dentil/Praia Clube. Em 2018, o torneio foi realizado na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, e teve as anfitriãs do Camponesa/Minas campeãs sobre o Sesc-RJ.

Já a competição masculina teve Montes Claros como sede nos dois anos: 2017 e 2018

Disponível em: https://goo.gl/q1h7U7 e https://goo.gl/FDB3cc // Acesso em: 05/03/2018
Fonte: Federação Mineira de Vôlei e Secretaria de Estado de Esportes de Minas Gerais

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Comentários estão fechados

Videoteca

IV SIGPE | Conferência: Temas emergentes que impactam na gestão das entidades esportivas IV SIGPE | Conferência: Temas emergentes que impactam na gestão das entidades esportivas

25/06 IV SIGPE | Conferência: Temas emergentes que impactam na gestão das entidades esportivas