Fatores associados ao uso de bicicleta como meio de transporte em uma cidade de médio porte

Publicado em 03/07/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

O objetivo do presente estudo foi analisar a prevalência do uso da bicicleta como meio de transporte (MT) entre homens e mulheres e sua associação com fatores pessoais, educacionais e financeiros. Trata-se de um estudo transversal de base populacional, com amostra composta por 1588 adultos residentes no município de Rio Claro-SP. A prevalência de uso da bicicleta como MT foi de 28,3%, sendo que entre os homens a prevalência (38,3%) foi maior do que entre as mulheres (21,0%). Os resultados indicam que idosos e pessoas com alta renda são menos propensas a fazerem uso desse MT. Além disso, observou-se que alguns fatores pessoais associam-se com o uso de bicicleta de forma distinta entre os sexos. Entre as mulheres, aquelas classificadas como obesas e não trabalhadoras apresentaram menores valores de odds para uso de bicicleta. Já entre os homens, a maior escolaridade foi associada de forma inversa com o uso de bicicleta. Tais resultados podem nortear intervenções de promoção do uso de bicicleta como MT que foquem principalmente nesses grupos com menores índices de utilização.

Leia o artigo completo aqui

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Comentários estão fechados

Videoteca

“Cápsula do tempo” percorre o Brasil recolhendo depoimentos visando Tóquio 2020 “Cápsula do tempo” percorre o Brasil recolhendo depoimentos visando Tóquio 2020

16/10 “Cápsula do tempo” percorre o Brasil recolhendo depoimentos visando Tóquio 2020