Projeto Handminas acumula conquistas e revelações em 2018

Publicado em 11/06/2018 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Três atletas do projeto participaram do Atibaia Handebol Cup 2018 e tiveram papel de destaque

Wesley de Jesus e Michel Medeiro Foto: Divulgação/ Mantena Online

Michel Medeiro e Wesley de Jesus 
Foto: Divulgação/ Mantena Online

O Projeto Handminas foi criado em 2005 no município de Mantena, com a crença de que o esporte é uma das maiores ferramentas de inclusão e modificação social. A iniciativa utiliza o handebol para fazer a diferença na vida dos jovens, revelando atletas para o cenário esportivo e dando a eles a oportunidade de participarem de treinamentos e de integrar times da modalidade. Um dos frutos do projeto é o armador esquerdo Wesley de Jesus Moura, que já jogou na equipe carioca Campos de Goytacazes e na Associação Desportiva de Handebol 15 de Piracicaba [x].

Em 2018, o programa continua a colher frutos do seu trabalho. Os atletas Alan Rezende, Gabriel Henrique e Luan de Oliveira participaram neste do Atibaia Handebol Cup 2018, competição que aconteceu na cidade de Atibaia-SP durante o feriado de Corpus Christi. Os jovens começaram no projeto Handminas sob a orientação do técnico Michel Medeiro e hoje defendem a equipe do Colégio Castro Alves, de Cariacica-ES.

Luan Oliveira e Gabriel Henrique integram a equipe infantil, que terminou o torneio na terceira posição. Gabriel também atuou na categoria cadete e chegou a ser eleito o jogador destaque em uma das partidas realizadas durante a competição.

Michel Medeiro e Luan de Oliveira Foto: Divulgação/ Handminas

Michel Medeiro (esquerda) e Luan de Oliveira (direita)
Foto: Divulgação/ Handminas

Alan Resende participou das disputas nas categorias cadete e juvenil masculino e terminou a Atibaia Cup na segunda e primeira colocação, respectivamente. O jovem atleta também conquistou a honra de ser eleito o melhor pivô da categoria cadete.

O técnico Michel Medeiro do Handminas ficou muito feliz com o desempenho dos atletas treinados por ele e declarou que “vimos o projeto como uma missão, descobrimos o talento, lapidamos e sempre que é possível os levamos pra testes. Infelizmente nem todos agarram as oportunidades. Acreditamos que o esporte seja uma das maiores ferramentas de inclusão e modificação do meio social de uma criança e adolescente, que infelizmente na maioria das vezes é visto como gasto e não como investimento”

Fonte: Michel Medeiro/ Handminas

Observatório do Esporte de Minas Gerais

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Comentários estão fechados

Videoteca

Conheça o aplicativo Empurrando Juntos Conheça o aplicativo Empurrando Juntos

14/06 Conheça o aplicativo Empurrando Juntos