Visando Olimpíadas, Bernardo Actos coloca disciplina como fator chave do sucesso na ginástica artística

Publicado em 08/03/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

(Foto: Divulgação/Minas Tênis Clube)

A ginástica artística brasileira promete revelar um novo nome na próxima Olimpíada: trata-se de Bernardo Actos, atleta do Minas Tênis Clube.

Nascido em Sete Lagoas, Bernardo se mudou para Belo Horizonte ainda muito jovem em busca de um “lugar ao sol” no esporte. Atualmente, o atleta, de 17 anos, disputa competições na categoria adulta.

Confira a entrevista completa do Observatório do Esporte de Minas Gerais com Bernardo Actos:

Quando você decidiu se tornar um atleta?

“Eu comecei com três anos de idade. Morava em Sete Lagoas e meus pais sempre me incentivavam bastante. Entrei para o judô, futebol e natação antes de entrar na ginástica, por sugestão do meu tio. Fiquei três meses treinando em Sete Lagoas e então minha professora viabilizou meu teste no Minas Tênis Clube, após pedir autorização aos meus pais. Acabei passando no teste e estou aqui até hoje.”

Você tem algum ídolo em quem se inspira?

“Kohei Uchimura, do Japão. Ele é o melhor do mundo na Ginástica. É um exemplo na execução, que é meu forte, além da técnica e na dificuldade. É um ginasta completo.”

Qual o maior desafio que você enfrenta no esporte? E como busca a superação?

“No final de 2015  fui competir em Dallas. Chegando lá recebi a notícia do falecimento do meu avô. Foi bem difícil conseguir participar daquele campeonato, pois éramos muito ligados. Mas me dediquei a ele e competi muito bem.”

Para você o que significa o esporte?

“A ginástica conseguiu me disciplinar. Aprendi muito sobre alimentação, psicológico. Temos um trabalho muito interessante fora da ginástica, como amizades, por exemplo.”

Quais as principais mudanças que o esporte trouxe à sua vida?

“Eu entrei gordinho na ginástica. Mas adequei minha alimentação e mantive o peso. Além disso, mudei de cidade visando estar mais focado. Desde pequeno eu não podia comer tanto em festas, para manter o físico.”

Quais são suas principais metas para os próximos anos?

“Eu e meu técnico estamos alinhando ainda. Mas a meta está nas Olimpíadas de 2020. Estamos traçando um trabalho psicológico e estamos conseguindo evoluir bastante.”

Qual foi a sensação de ter conquistado o prêmio “Melhores do Ano 2016”?

“Uma honra. Eu era da categoria juvenil e estou passando para o adulto agora. Essa homenagem dá muita confiança para seguir em busca dos resultados.”

Quais foram suas principais conquistas?

“Ano passado eu consegui ficar em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro adulto, apesar de ser do juvenil. Teve também o Mundial Escolar, na Turquia, além de Pan-Americano.”

Um recado para os jovens que queiram praticar a ginástica ou que estão começando:

“Nunca desistam de seus sonhos. Por mais que pareçam estar longe, todos são capazes. O resultado não vem sem esforço. Então, tem que suar para chegar no objetivo final.”

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly

Comentários estão fechados

Videoteca

Atleta mineiro participa de ação com Comitê Brasileiro de Clubes com foco nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 Atleta mineiro participa de ação com Comitê Brasileiro de Clubes com foco nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

22/11 Atleta mineiro participa de ação com Comitê Brasileiro de Clubes com foco nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020