Confederação Brasileira de Vôlei oficializa Mineirinho como palco da final da Superliga Masculina

Publicado em 22/03/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Foto: Matheus Adler/Observatório do Esporte de Minas Gerais

Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) realizou nesta terça-feira, dia 21, em Belo Horizonte, uma coletiva de imprensa para tratar da grande final da Superliga Masculina, que será realizada no dia 7 de maio, no Mineirinho. Quatro equipes de Minas Gerais estão na disputa: CruzeiroMinas TênisMontes Claros e Juiz de Fora, TaubatéCampinasSesi e  Canoas também buscam vaga na final.

Representantes da CBV, do Governo do Estado de Minas Gerais e da Federação Mineira de Vôlei (FMV) participaram da coletiva. Quem assumiu o microfone primeiramente foi o diretor executivo da entidade nacional, Ricardo Trade, que justificou a escolha do Mineirinho em dois pontos: para prestigiar a equipe melhor colocada na fase de classificação, o Cruzeiro, e a tradição do ginásio no voleibol brasileiro.

“Foi um processo democrático de escolha. Ela se ocasionou por dois motivos: o primeiro é o benefício para o melhor classificado da Superliga Feminina e Masculina. Independente do Cruzeiro ou Rio de Janeiro estarem na decisão, a grande final será no Mineirinho, no caso do masculino. O segundo ponto é que o ginásio tem tradição no voleibol brasileiro. Eu participei da inauguração em 1980, atuando diante da Alemanha. Sempre teve grandes jogos, foi palco de outras finais, como da Liga Mundial. A televisão, por exemplo, gosta da imagem do Mineirinho”, declarou Trade.

Cruzeiro e Sesi disputaram a última final de Superliga no Mineirinho (Foto: Matheus Adler)

Renato D´Ávila, superintendente da Superliga, completou o que Ricardo Trade havia dito e detalhou o processo de escolha da sede da grande final. O dirigente revelou que analisou outras propostas, como a de Brasília, por exemplo, que abrigou as finais da Superliga da temporada passada, no Ginásio Nilson Nelson, mas optou por adotar o modelo antigo, de beneficiar as equipes melhor colocadas na fase de classificação.

“Esse processo de escolha da sede das finais vem levando consideração propostas de vários locais. Tínhamos outros possíveis sediantes e no final, pesando todos os prós e contras, se decidiu por retomar excepcionalmente nessa temporada ao que era feito no passado, por força do regulamento, que é beneficiar de alguma forma os times que tiveram melhores campanhas na fase classificatória”, disse o superintendente.

Já Tomás Mendes, presidente da Federação Mineira de Vôlei, ressaltou o bom trabalho da entidade na modalidade e celebrou o bom momento dos quatro representantes do Estado nas quartas de final da Superliga.

“Para nós é muito importante voltarmos a viver grandes emoções em partidas no Mineirinho. É um ginásio que reservou a Minas Gerais recordes de público aos nossos clubes filiados. É um orgulho muito grande, pois nossos quatro representantes estão classificados para os playoffs. Esperamos que elas tenham sucesso para que estejam na grande final”, afirmou Mendes.

A venda de ingressos para a grande final terá início a partir de 7 de abril, pela internet. Já a venda física, ou seja, nas bilheterias, ocorre uma semana antes da decisão. Nas primeiras partidas das quartas de final, o Cruzeiro venceu o Canoas, em Contagem, enquanto o Sesi bateu o Minas, em São Paulo. Já o Taubaté passou pelo Juiz de Fora, jogando na Zona da Mata mineira. O Montes Claros foi derrotado, em casa, pelo Campinas. As equipes se enfrentarão mais uma vez. Caso os primeiros vencedores levem o segundo jogo, já estarão garantidos nas semifinais da Superliga.

Trade revela negociações por amistoso do Brasil no Mineirinho

O diretor executivo da CBV, Ricardo Trade, também informou que está negociando com a Federação Mineira de Vôlei para que a Seleção Brasileira Masculina jogue no Mineirinho no dia 29 de junho, em um amistoso. A partida servirá de preparação para a fase final da Liga Mundial de Vôlei , que será realizada em Curitiba, na Arena da Baixada. O adversário do possível duelo em BH ainda será definido.

Com início previsto para o dia 2 de junho, a competição conta com 12 equipes divididas em 3 grupos. No grupo A estão, Brasil, Itália, Irã e Polônia. A Sérvia, atual campeã do torneio, integra o grupo B junto com Estados Unidos, Canadá e Bélgica. Pelo grupo C, estão presentes Rússia, Bulgária, França e Argentina. A seleção brasileira já tem vaga garantida na fase decisiva por sediar a etapa do Mundial. Mais cinco seleções se juntarão ao time do técnico Renan Dal Zotto para a disputa entre os dias 28 de junho e 2 de julho.

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais