Confira a entrevista com Diego Lages, técnico da “ginástica da mente”, o Xadrez

Publicado em 01/06/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Foto: Diego Augusto de Souza Lages Silva / Acervo pessoal

Conhecido como ginástica mental, o xadrez amplia o desempenho dos alunos na questão do raciocínio, memorização, atenção, concentração, lógica, confiança, capacidade de  planejamento e disciplina do corpo e da mente. Sabendo disso, o técnico Diego Lages, de Santa Luzia,  dedica-se a ensinar para crianças e jovens essa modalidade e vem revelando prodígios em competições pelo Brasil.

Como você começou a ter contato com o esporte?

O xadrez é uma atividade lúdica, não é? Por isso eu jogo desde criança e aqui em casa todo mundo joga.  A partir de 2013 comecei a trabalhar em escolas e em projetos sociais voltados para o xadrez e até então eu tenho treinado as equipes aqui de Santa Luzia  que disputam as competições escolares e assim temos acumulado vários títulos.

Há algum técnico, ou técnica, que seja um grande exemplo para você?

Nossa, tenho vários. Aqui em Santa Luzia tem duas figuras muito grandes: o Euler Chacon, que começou todo o projeto aqui na cidade. Ele é um senhor que me inspira muito. Outra pessoa que me inspira é o José Luiz Ferreira, que é o meu técnico e me ajuda bastante e, no âmbito estadual, tenho como inspiração o técnico da equipe de xadrez de Minas Gereis e presidente da Casa do Xadrez de Minas Gerais, Julio Lapertosa.

Para você, o que significa o esporte?

Bom, o esporte é um complemento da educação. É uma ferramenta de transformação social que além de saudável, proporciona qualidade de vida. E o xadrez em específico, além de possuir todas essas características que citei, dentro da escola ele auxilia muito no raciocínio lógico, no brincar…. É a ginástica da mente, como mostra uma pesquisa da OMS que afirma que 90% das pessoas que praticam xadrez não sofrem de mal de Alzheimer. O Xadrez é razão do que eu vivo e o esporte é vida.

Como você avalia as categorias, a formação dos novos competidores? Temos uma boa estrutura para revelar novos talentos nos próximos anos?

Há algum tempo temos vários projetos bem bacanas de incentivo ao xadrez, mas ainda estamos caminhando bem devagar, mesmo com muitos municípios se mobilizando.

Aqui em Santa Luzia a modalidade está crescendo bastante, nós temos um Clube de Xadrez que, juntamente com o apoio da Secretaria de Esportes, tem apoiado vários atletas que estão surgindo nas escolas e com isso eu tenho uma perspectiva muito boa de que o xadrez vai fazer muita diferença na vida deles e que eles vão trazer muitas alegrias para nós.

Quais são as suas principais conquistas como treinador?

Como treinador em 2016 ganhamos noves títulos de campeões mineiros de categorias, desde o sub-8 até sub-18, feminino e masculino. Em 2016 repetimos esse feito nos campeonatos escolares da Federação Mineira de Xadrez. E o maior deles foi ter conquistado o JEMG no ano passado. O JEMG é a competição que nos possibilita competir nos Jogos da Juventude. Nossa equipe teve 4 atletas na final e um deles conseguiu vencer de forma invicta e foi representar Santa Luzia e Minas Gerais nos Jogos da Juventude.

Além disso nós já começamos a preparação para as competições. Ficamos em 5º lugar na seletiva do Mundial de Cadetes, na competem os melhores jogadores de até 12 anos de idade, porém antes não havíamos participado.

Qual a sensação de ter sido premiado no “Melhores do Ano 2016”?

A sensação é mágica! Eu costumo dizer que “a ficha não caiu” ainda, mesmo alguns meses tendo se passado. Eu acredito que o resultado não vem sem esforço e requer dedicação e a isso eu atribuo esse prêmio. Além disso, tem a união. Ninguém chega a lugar nenhum sozinho; então, se ganhei esse prêmio  estou ali representando muita gente. As pessoas que me dão estrutura trabalham em prol do esporte e a elas agradeço.

Um recado para os técnicos que queiram iniciar carreira no esporte ou que estão começando.

Primeiramente, sempre acredite no potencial do aluno. Depois, trabalhe com vontade, com o sorriso no rosto, planejando cada aula, cada treino. Tenha sempre alegria de representar sua cidade, seu estado e sonhe sempre, mas com muito pé no chão. Além disso, conte sempre com o nosso apoio para fazer dos jovens referência do esporte no nosso estado e no nosso país.

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais