Abdominais hipopressivos: o que são e para que servem

Publicado em 27/02/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

(Foto: Divulgação)

Famosa por ser praticada pela top model brasileira Gisele Bundchen, a técnica dos abdominais hipopressivos tem ganhado cada vez mais adeptos, inclusive entre corredores, por se mostrar eficaz na queima gordura e redução da cintura. Entre outros benefícios oferecidos pelo método estão o combate à incontinência urinária e melhora da postura corporal.

De acordo com o treinador e especialista em ginástica hipopressiva, Almudena Morell, é preciso soltar o ar completamente para depois contrair a barriga até o tempo máximo que que conseguir ficar sem respirar e, então, encher os pulmões e voltar à posição inicial.

Para os atletas, os abdominais hipopressivos se mostram vantajosos por aumentarem a capacidade pulmonar, além de ajudarem a eliminar a dor nas costas daqueles que sofrem com problemas na lombar ou de hérnia.
Entre mulheres no pós-parto, a técnica também é bastante praticada, pois ajuda a recuperar a diástase abdominal e a fortalecer o assoalho pélvico. No caso de parto normal, recomenda-se começar seis semanas após o nascimento do bebê e oito para aquelas que deram à luz por cesariana.

Para desfrutar dos benefícios, o treinador sugere 20 minutos de abdominais hipopressivos, três vezes por semana. Contudo, ele faz um alerta: assim como em qualquer outra atividade, os resultados são perdidos se a pessoa não continuar praticando os exercícios.

Fonte: Activo Chile

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais