Cursos

Divulgue seu curso

FEV 2018MAR 2018ABR 2018MAI 2018JUN 2018JUL 2018AGO 2018SET 2018OUT 2018NOV 2018DEZ 2018JAN 2019FEV 2019MAR 2019
Reciclagem para técnicos de Beisebol 2018

ECICLAGEM 2018

Será realizada nos meses de fevereiro e março de 2018, a Reciclagem obrigatória para os árbitros de beisebol.

Locais:

Campinas (Tozan) – 03 e 04 de fevereiro de2018 Maringá – 17 de fevereiro de2018 Londrina – 18 de fevereiro de2018 Curitiba – 24 e 25 de fevereiro de 2018 São Paulo (Gecebs) – 03 de março de2018 São Paulo (Nippon) – 04 de março de2018 Marília – 10 de março de2018 Pres. Prudente – 11 de março de2018 Guararapes – 17 de março de2018 São Paulo (Cooper) – 24 e 25 de março de2018 Horário:

Sábado e Domingo 07:00 café da manhã

08:00 início do curso teórico 12:00 almoço

13:00 início do curso prático 18:00 final das atividades do dia

Obs.: 1- mais ênfase em: regras, mecânica e zona de strike.

2- em Tozan, Curitiba e Cooper – sábado é Clínica e domingo é Reciclagem.

Taxa:

A taxa para fazer a Reciclagem é de R$ 70,00 (valor da anuidade). O material impresso (mesmo de 2017) é opcional e custa R$ 20,00. O novo “Livro de Regras 2017” custa R$ 20,00.

Observação:

Uniforme obrigatório e trazer material para principal.

Trazer o “Quadro de Atuações” referente 2017, devidamente preenchido.

O árbitro que não fizer a Reciclagem não poderá atuar em torneios oficiais da CBBS durante o ano de 201Perguntas e respostas:

Como ficam os torneios que acontecerão no período daReciclagem? Os torneios desse período são:

X Taça Yakult Interclubes Infantil, em Yakult, dias 24 e 25 de fevereiro X Taça Yakult Interclubes Pré-Jr, em Yakult, dias 03 e 04 de março

XXI Torneio Início Interclubes Pré-Infantil Taça Honório Mukai, em Yakult, dias 17 e 18 de março

XXXV Camp. Bras. Interseleções Junior, em Yakult, dias 24 e 25 de março Quem fez a Reciclagem 2017

poderá atuar sem ter feito a Reciclagem 2018.

A partir do dia 25 de março, data da última etapa da Reciclagem 2018, não poderão atuar se não tiverem feito a Reciclagem2018.

Quem não fez a Reciclagem 2017 Não poderá atuar.

A menos que faça a Reciclagem 2018 antes do referido torneio.

E se coincidir o torneio e a Reciclagem no mesmodia? Os árbitros que participariam do torneio, devem permanecer nos locais para fazer a Reciclagem 2018.

As atuações necessárias no torneio serão cobertos por árbitros da AAA, sem custo para o clube.

Exemplos:

Reciclagem em Curitiba e Taça Yakult Infantil no mesmo dia. Gecebs e Taça Yakult Pré-Jr.

NBJ e Taça Yakult Pré-Jr.

Guararapes e Torneio Início Pré-Infantil. Cooper e Interseleções Junior.

Obs.: Gecebs e NBJ, como a Reciclagem será apenas em 1 dia, no outro dia poderão participar do torneio.

Reciclagem para técnicos de Beisebol 2018
03
Mar
2018
Simpósio Temático História do Esporte e das Práticas Corporais – VII EPHIS
Estão abertas as inscrições do Simpósio Temático História do Esporte e das Práticas Corporais que ocorrerá no VII Encontro de Pesquisa em História da UFMG, entre 7 e 11 de maio, e será coordenado por Marcus Vinícius Lage (UFMG), Raphael Rajão (CPDOC/FGV), Sarah Soutto Mayor (UFJF) e Thiago Costa (Museu Brasileiro do Futebol/UFMG). O evento aceita submissão de comunicação desde graduandxs e há previsão de publicação de textos nos anais do Encontro. Mais informações: https://www.ephisufmg.com.br/evento/#simposios-tematicos Inscrições até 29 de janeiro. Título: História do Esporte e das Práticas Corporais Descrição: O objetivo deste simpósio temático é promover a troca de ideias e experiências de pesquisas que têm o esporte e as práticas corporais como objeto de investigação. Nas últimas duas décadas, no Brasil, a História do Esporte e das Práticas Corporais vem se consolidando no âmbito do campo acadêmico da História. A complexidade do campo esportivo e a aderência da população global despertaram o interesse de pesquisadores que vislumbram em tais fenômenos a possibilidade de ampliar a compreensão de contextos sociais complexos. Hoje, o tema encontra- se disseminado em programas de pós-graduação de diversas áreas, tais como Sociologia, Antropologia, Psicologia, Letras, Educação Física e História. Destaca-se, sobretudo na última década, a criação de grupos de estudo e laboratórios em universidades de São Paulo, Bahia, Paraná, Minas Gerais, Pernambuco e Rio de Janeiro, o que potencializou a publicação de livros, capítulos e artigos em periódicos. Nesse percurso, é fundamental a troca de experiências, debates e o compartilhamento de pontos de vista teóricos, metodológicos e epistemológicos entre os pesquisadores. Nos encontros nacionais e regionais de História, os simpósios dedicados ao tema estão estabelecidos desde o início dos anos 2000. Nesse mesmo sentido, desde a V edição deste Encontro de Pesquisa em História realizamos o presente Simpósio Temático congregando os pesquisadores interessados no esporte e nas diferentes práticas corporais institucionalizadas: dança, educação física, ginástica, atividades físicas “alternativas” (antiginástica, eutonia, ioga etc.), alguns fenômenos análogos de períodos anteriores à Era Moderna (as práticas de gregos, os gladiadores romanos, os torneios medievais, um grande número de manifestações lúdicas de longa existência), entre outras (como, por exemplo, a capoeira). Estudos do lazer também têm sido contemplados, especialmente em suas articulações com os usos do corpo. Trabalha-se, assim, com a perspectiva de utilizar o esporte e as práticas corporais como uma chave para compreender, interpretar e/ou explicar cenários culturais, políticos, econômicos e sociais, sobretudo dos séculos XIX e XX.
Simpósio Temático História do Esporte e das Práticas Corporais – VII EPHIS
07
Mai
2018