Lucka Pereira se inspira em Neymar para alçar voos maiores e define futebol como “felicidade”

Publicado em 24/02/2017 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Logo ObservatorioComo diria Skank: “Quem não sonhou em ser um jogador de futebol?”. Bom, Lucka Pereira, de Três Pontas, no Sul de Minas, imaginou e fez o sonho virar realidade. Atualmente o jogador coleciona conquistas, como triunfo no “Melhores do Ano”.

Lucka, no entanto, segue lutando pelo seu espaço no esporte. Inspirado em Neymar, atacante do Barcelona e uma das estrelas da Seleção Brasileira, o jovem atleta conta com o apoio da família para evoluir a cada dia.

Confira a entrevista completa do Observatório do Esporte de Minas Gerais com Lucka Pereira:


Quando você decidiu se tornar um atleta?

“Comecei aos sete anos em uma quadra aqui perto de casa. Antigamente eu treinava e minha avó até pagava a atividade para mim.”

Você tem algum ídolo em quem se inspira?

“Eu me inspiro no Neymar, pela história de vida dele e pelo futebol que ele apresenta.”

Qual o maior desafio que você enfrenta no esporte? E como busca a superação?

“Na minha cidade há muito jogador bom, mas falta oportunidade. Atualmente até surgem alguns, chego a fazer testes fora daqui, por exemplo, mas é difícil ser conhecido no futebol.”

Para você o que significa o esporte?

“O esporte significa felicidade. Quando estou jogando futebol, esqueço de tudo e mantenho foco em quadra.”

Quais as principais mudanças que o esporte trouxe à sua vida?

“Minha família antigamente não gostava de futebol. Quando convidei minha mãe para assistir a uma partida em que eu estava jogando, fiz um gol e apontei para ela. Desde então passou a gostar e me apoiar cada vez mais.”

Quais são suas principais metas para os próximos anos?

“Minha meta é passar no teste de algum clube de expressão e ser reconhecido no futebol.”

Qual foi a sensação de ter conquistado o prêmio “Melhores do Ano 2016”?

“Sensação muito boa. Eu estava na Paraíba quando meu professor entrou na internet e viu meu nome na lista e disse: “olha quem foi o melhor do ano”! Fiquei muito feliz, liguei para minha família na hora. Além disso o meu professor também foi eleito como um dos melhores técnicos”.

A que você atribui esta conquista?

“Isso só foi possível com muita dedicação. Por exemplo: na etapa do JEMG, em Pouso Alegre, eu estava em Belo Horizonte fazendo teste no Atlético-MG. Então peguei um ônibus e foi tudo muito corrido. Cheguei , consegui jogar e ajudei meus companheiros.”

Quais foram suas principais conquistas?

“A minha principal conquista foi ter chegado no Campeonato Brasileiro, além de ter ganhado o prêmio dos Melhores do Ano. Que venham mais!”

Um recado para os jovens que queiram praticar o futebol ou que estão começando:

“Na prática do esporte, o segredo é nunca desistir. Apesar das barreiras, tem que seguir em frente sempre. Muita gente fala para desistirmos, mas o esporte é muito bom para os jovens, então temos que perseverar.”

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais