Ministério do Esporte e CNPq selecionam projetos de pesquisa voltados para o esporte

Publicado em 24/10/2013 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Pesquisadores ligados a universidades e interessados em obter apoio financeiro para projetos de pesquisa científica, tecnológica e inovação, com foco no desenvolvimento do esporte em suas diferentes dimensões, têm até 4 de novembro para enviar propostas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A chamada pública 091/2013, publicada pelo Ministério do Esporte, é resultado de termo de cooperação entre a pasta e o CNPq. O edital, com a chamada e o regulamento para inscrição, está disponível no endereço http://www.cnpq.br.

Entre os objetivos do chamamento estão o incentivo a constituição e desenvolvimento de grupos de pesquisa; estímulo ao desenvolvimento, aplicação e transferência de metodologias e tecnologia inovadoras; e apoio a projetos de pesquisa voltados às políticas públicas do esporte. As iniciativas também irão subsidiar estudo de impacto dos megaeventos esportivos na perspectiva da compreensão do legado social, educacional e econômico, além de contribuir com o avanço científico e tecnológico e com a inovação do esporte nacional.

O valor global estimado para as propostas aprovadas é de até R$ 18 milhões. Desses, R$ 13,7 milhões serão destinados a custeio e bolsas e R$ 4,3 milhões destinados a capital, conforme disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq. “Esse chamamento pode recepcionar, inclusive, projetos de pesquisadores de universidades ligadas às duas redes existentes enquanto ações do Ministério do Esporte. A Rede Cedes, da Secretaria Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social (Snelis) e a Rede Cenesp, da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (Snear)”, observa o secretário da Snelis, Ricardo Cappelli.

O financiamento total dos projetos segue seis linhas de pesquisa. Para projetos nas áreas “Legados de Megaeventos Esportivos” e de “Políticas Públicas e Gestão de Esporte e Lazer”  serão disponibilizados até R$ 5 milhões cada. A destinação para os campos “Esporte de Alto Rendimento”, “Esporte, Lazer e Desenvolvimento Social”, “Equipamentos para Esporte e Lazer” e “Saúde e Medicina Esportiva” será de até R$ 2 milhões, para cada.

Os critérios de julgamento incluem quesitos como mérito, originalidade e relevância do projeto apresentado para a linha de pesquisa na qual está inserido. A qualificação e a experiência do coordenador e da equipe técnica, o potencial de impacto dos resultados do projeto no desenvolvimento do esporte no país e para a linha de pesquisa na qual está inserido também tem peso na qualificação. A divulgação dos resultados está prevista para o mês de dezembro.

Carla Belizária
Ministério do Esporte

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais