Projeto Cria Lavras comemora resultados de atletas lavrenses no Campeonato Brasileiro Interclubes Juvenis.

Publicado em 25/04/2014 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Dezesseis atletas lavrenses do projeto Cria Lavras participaram do Campeonato Brasileiro Interclubes Juvenis (sub-20), realizado de 11 a 13 de abril em São Bernardo (SP). Ao final, o projeto, parceria entre a Universidade Federal de Lavras (UFLA) e a Prefeitura Municipal, conquistou o vice-campeonato entre as meninas e o quarto lugar geral da competição, entre as 80 equipes participantes. 

A atleta Jenifer Nicole foi a vice-campeã do salto em altura, estabelecendo um novo recorde como saltadora mineira: 1,78m. Esse foi o mesmo resultado da primeira colocada, mas Jenifer não ficou no lugar mais alto do pódio por ter cometido maiserros na altura anterior (1,75m).

Esse foi o melhor resultado pessoal (personal best – PB) da atleta lavrense, que disputa o índice para o Mundial juvenil. No heptatlo, Jenifer foi a campeã, com a melhor marca nacional do ano – resultado impressionante para a primeira competição na prova do ano. Ela participou de sete provas em dois dias.

A lançadora e arremessadora Althiene dos Santos foi medalha de prata no arremesso de peso e quarta colocada no lançamento de dardo, continuando sua tradição de pódios em competições nacionais. No salto em distância, Pâmela André ficou em 4º lugar (5,75m), com um resultado similar à 3ª colocada; a saltadora lavrense ficou fora do pódio no desempate do segundo resultado. Ela tem condições de disputar vaga na equipe brasileira que disputará a seletiva sul-americana (Bogotá-Colômbia) para o Mundial da Juventude da China para atletas até 17 anos. Outra atleta que será colocada em competições para a tentativa de busca de resultados para essas competições será Sarah Carolina, que foi 5ª colocada na prova dos 100m em São Bernardo.

No masculino, Chrystian de Paula, considerado o melhor saltador mineiro de salto triplo na atualidade, foi medalha de bronze no salto triplo (14,78m) e teve que abdicar da prova de salto em altura, pois as duas ocorreram simultaneamente. Paulo Henrique foi medalha de bronze nos 100m, com a marca de 10,78s – “Esse é o melhor resultado de um velocista mineiro em décadas”, garante o treinador, professor Fernando Roberto de Oliveira (DEF/UFLA).

No lançamento do dardo, outro resultado promissor foi obtido pelo atleta Gabriel Sena: com um lançamento acima de 56m  (6º lugar), ele se colocou como um dos mais promissores talentos da prova.

O resultado geral foi considerado ótimo pela comissão técnica da equipe, devido ao período do ano e ao fato de a grande maioria dos atletas estar no primeiro ano da categoria (alguns estão na sub-18). Além disso, em razão do número de atletas participantes nessa competição, o Cria não participou de nenhum dos quatro revezamentos. O objetivo do ano para essa categoria é o Brasileiro Inter-Seleções, que será realizado no meio do ano e se constituirá como a última chance dos atletas obterem os índices para o campeonato mundial da categoria, que será realizado nos Estados Unidos.

Crédito das fotos: Fernando de Oliveira – UFLA/CRIA Lavras.

Fonte: Site da Universidade Federal de Lavras.

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais