Prorrogado prazo para divulgação da lista de beneficiários do Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico

Publicado em 26/07/2016 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

(Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado de Esportes prorrogou para o dia 02 de agosto, terça-feira, o prazo para divulgação da lista de beneficiários do programa Minas Esportiva Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico. O período foi estendido para finalização da análise da documentação dos atletas e técnicos relacionados na lista preliminar divulgada em 07 de julho. 

Estão disponíveis 35 bolsas para atletas na categoria estadual, 35 para a categoria nacional, 10 para atletas da categoria internacional e 9 para a categoria olímpico/paralímpico. Já para os técnicos estarão à disposição 10 bolsas na categoria I e 10 na categoria II.

Os valores do benefício terão variação de acordo com categoria do atleta ou técnico. Para os inscritos no Bolsa-Atleta estadual, o repasse de dois em dois meses será de R$ 750; o nacional, de R$ 1.500; o internacional, de R$ 2.500; e o olímpico ou paralímpico, de R$ 5 mil. No caso dos técnicos, a bolsa será de R$ 1 mil ou R$ 3 mil.

O resultado da seleção será publicado no site da Seesp e no Diário Oficial do Estado. Os contemplados firmarão termo de compromisso com a Secretaria de Estado de Esportes (Seesp) e receberão repasse financeiro bimestral, pelo prazo de 12 meses.

Mais informações podem ser obtidas no edital ou pelo e-mail:bolsa.atleta@esportes.mg.gov.br.

Atletas beneficiados colecionam conquistas

Entre os beneficiados pelo último edital do Bolsa-Atleta estão esportistas consagrados e que já garantiram vaga nos Jogos Olímpicos Rio 2016, como a judoca Érika Miranda, que vai defender o Brasil em sua segunda Olimpíada. A atleta, quarta melhor judoca do mundo, esteve em Londres (2012) e foi convocada também para Pequim (2008), mas uma lesão no joelho direito, quando ela já estava na Vila Olímpica, a fez ser substituída.

Companheiro de Érika no Minas Tênis Clube, Luciano Corrêa é outro beneficiado pela Bolsa-Atleta que conta com resultados importantes na carreira. O atleta foi campeão mundial de judô em 2007 e é bicampeão Pan-Americano (2011 e 2015).

Também beneficiada pelo programa da Seesp, a judoca paralímpica Deanne Silva de Almeida, que possui tem um extenso currículo de conquistas no esporte. Entre as mais importantes estão a medalha de ouro nos Jogos Parapanamericanos de Toronto em 2015 e a medalha de prata nos Jogos Paralímpicos de Pequim 2008. A paratleta da Associação de Deficientes Visuais de Belo Horizonte (Adevibel) é esperança de pódio para o Brasil em 2016 no Rio de Janeiro.

Aos 17 anos, Caio Almada Amorim também é atendido pelo Bolsa-Atleta. O mesa-tenista paralímpico foi premiado no evento Melhores do Ano em 2014, além de ser tetracampeão dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), bicampeão das Paralimpíadas Escolares e campeão do torneio por equipes dos Jogos Parapan-Americanos Estudantis, realizados em Buenos Aires, em 2012.

“O benefício viabilizou minha ida para diversos campeonatos, fazendo com que eu ganhasse experiência. Foi importante também para comprar equipamentos e investir em minha jornada como esportista”, conta o jovem.

Atleta de ginástica de trampolim da Fundação Aleijadinho, de Ouro Preto, Lucas Tobias foi um dos condutores da tocha olímpica na passagem do símbolo pela cidade. Além de beneficiado pela Bolsa-Atleta, ele foi campeão dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) em 2013 e 2014, campeão pan-americano, sul-americano, brasileiro e mineiro.

Já entre os técnicos bolsistas estão Glênio Fernandes Leite (bocha) e Cássio Henrique Damião (atletismo), que podem integrar as comissões técnicas das seleções brasileiras nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Fonte: SEESP

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Comentários estão fechados

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais