O JEITO BRASILEIRO DE JOGAR FUTEBOL

Publicado em 01/02/2013 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

O Brasil é conhecido internacionalmente pelo dom de jogar futebol. Convenhamos que o título de “melhor futebol do mundo” é mais do que merecido, não só pelas copas ganhas, mas pela graça, pela ginga, pelo futebol moleque brasileiro.  Nas palavras de Vitor Canale, pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas de Futebol da Unicamp:

“O Brasil tem algo a mais que as outras seleções não possuem. O Brasil tem Ginga- um estilo leve e maroto de movimentos que eleva a habilidade com a bola a um estado de arte”.

Segundo o estudioso, baseando-se no livro O negro no futebol brasileiro de Mário Filho, esse jeito de jogar futebol, essa ginga, é algo só possível no Brasil, é um dom, uma habilidade inerente ao povo brasileiro pois está relacionada com a miscigenação entre negros, índios e brancos. A habilidade em jogar futebol foi acumulada pela prática da capoeira e pela dança do samba que prepararam os corpos dos jogadores.

Esse imaginário popular que cerca o futebol brasileiro é demonstrado pela significativa valorização do ensino da modalidade desde a infância através das escolinhas de futebol. Estes pequenos centros de treinamentos tem papel determinante na manutenção do futebol como potência olímpica, pois é aí que são descobertos os novos talentos.

“O futebol é um jogo insinuante, de dribles, sortilégios e surpresas, onde a chegada ao gol se dá, não pelos meios já instituídos, mas por inovações genuinamente nacionais, um saber brasileiro” (Vitor Canale se referindo ao livro de Mário Filho).

O chamado “Futebol Arte” também é tema de filme, como o dirigido por Hank Levine, Marcelo Machado e Tocha Alves e produzido por Fernando Meirelles: Ginga – A Alma do Futebol Brasileiro que trata de uma das características mais fascinantes do nosso Futebol: a ginga.

A importância do Futebol de Base no Brasil é evidenciada pela realização de grandes eventos e projetos esportivos de nível nacional. Um deles é o Brazil Cup, evento realizado há mais de 14 anos em Poços de Caldas-MG, considerado o maior torneio internacional de futebol de base do país. O evento é voltado para atletas de 11 a 17 anos de idade, alguns em estado de vulnerabilidade social e já recebeu atletas de mais de 30 países. Para o diretor e organizador do Brazil Cup, Kennedy Carvalho “praticar esporte pelo simples hábito de praticar já tem seus benefícios, por sua fundamental importância para a formação das crianças e jovens”. O evento já tem datas marcadas para 2013, sendo Poços de Caldas e Uberlândia as sedes em Minas Gerais. Kennedy Carvalho salienta que a papel de eventos como estes é determinante pois permite aos atletas “o intercâmbio com estudantes de outros Estados e países, contribuindo para o seu desenvolvimento social e incentivando a prática esportiva”.

Outro exemplo de Projeto de alcance nacional é a Copa Coca Cola que busca acima de tudo estimular o “ futebol moleque do Brasil”, valorizando o treinamento de futebol deste a infância. A participação na competição é exclusiva a atletas que não atuam em partidas oficiais que tenham entre 13 e 15 anos de idade e que estejam obrigatoriamente na escola.

Neste ponto, vale ressaltar a importância de se manter as crianças e adolescentes na Escola, pois além do valor inestimável da educação, é inegável que a carreira esportiva é incerta, e são poucos, muito poucos que conseguem chegar ao patamar de jogadores da Seleção Brasileira.

É evidente que algumas vezes o Futebol é supervalorizado no Brasil, em detrimento das demais modalidades esportivas. Muitas crianças já são estimuladas pelos pais desde cedo a praticarem o futebol como se esta fosse a única modalidade esportiva existente. É essencial que as crianças tenham a oportunidade de conhecer outras modalidades esportivas e possam de livre e espontânea vontade decidir-se pela que mais lhe atrai.

Jogar futebol, assim como praticar qualquer outra modalidade é um dom. Muito mais crianças e adolescentes que imaginamos são potenciais atletas de rendimento, mas nem sempre lhes é oferecida a possibilidade de desenvolver esta habilidade. Daí a importância de Programas e Projetos de iniciativa pública como os projetos do Governo de Minas: Oficina de Esportes, Bolsa Atleta e Geração Esporte, como os de iniciativa privada: Estação Conhecimento da Fundação Vale e os já citados Brazil Cup e Copa Coca Cola.

Sem deixar de lado as demais modalidades esportivas, devemos cultivar a prática do futebol do Brasil não só pelos benefícios para a saúde e formação do caráter das crianças, mas pelo fortalecimento da identidade nacional.

Para fechar com chave de ouro, vale a pena curtir algumas facetas incríveis dos jogadores nos campos brasileiros :

E o lindo Gol do Falcão no Futsal Fest- jogo beneficente promovido pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude de Minas Gerais:

 

 

 
 
Fontes:
http://www.ludopedio.com.br/rc/index.php/arquibancada/artigo/84
http://www.brazilcup.com.br/
http://www.cineclick.com.br/criticas/ficha/filme/ginga-a-alma-do-futebol-brasileiro/id/1260
https://secure.copa.cocacola.com.br/ssldocs/home/index.do

 

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais