Educação Física é coisa séria!

Publicado em 12/03/2013 por

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

A Lei Nº 9.394/96 dispõe que a educação física é componente curricular obrigatório da educação básica, integrada à proposta pedagógica da escola.

A Educação Física é considerada uma atividade que por seus meios, desenvolve e aprimora as forças físicas, morais, cívicas, psíquicas e sociais do educando.

Segundo o David Gallahue, Doutor em Desenvolvimento Humano e Educação Especial, as aulas de educação física na escola “são diferentes do simples ato de brincar no quintal de casa porque elas são instrutivas. Ensinam como as crianças podem mover o corpo. É o único lugar onde elas estão sendo instruídas o tempo inteiro.” explica David.

No entanto, no dia a dia escolar, muitas aulas de educação física se resumem à uma simples recreação, ou futebol para meninos e rebater bolas para as meninas. A verdade, é que a educação física é uma disciplina de extrema importância para o desenvolvimento da criança e do adolescente como um todo. Além disso, a prática de exercícios físicos, como os proporcionados pela Educação Física, é capaz de prevenir doenças como obesidade, diabetes e problemas cardíacos.

Especialistas são unânimes ao afirmar que a Educação Física não deve se resumir à brincadeiras e recreação. “Para uma boa aula não basta o professor entregar uma bola de futebol ou basquete a um grupo de alunos, a educação física requer planejamento metodológico e pedagógico para dar resultados positivos” afirma Kátia Lemos, doutora em Pedagogia do Esporte na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Para a pesquisadora, a escola deve se comprometer com a diversificação das modalidades esportivas oferecidas aos alunos, “a função da escola é apresentar para o estudante a variedade existente de modalidades esportivas. É obrigação da escola promover essa vivência desportiva aos alunos e função do professor propiciar atividades de qualidade, ensinando os fundamentos e regras básicas, com planejamento e sensibilidade. Sem essa sensibilidade e preparo, os alunos vão ficando desmotivados”.

Muitas escolas ainda não dão a devida importância á Educação Física e a enxergam como simples momento para brincadeiras. É comum encontrarmos alunos conversando e fazendo exercícios de outras matérias durante o horário das aulas de Educação Física, o que contraria os Parâmetros Curriculares Nacionais- PCNs.

Segundo os PCNs, a Educação Física na escola deve ser constituída de três blocos: “Jogos, Ginásticas, Esportes e Lutas” que compreende atividades como Ginástica Artística e Rítmica, voleibol, basquetebol, salto em altura, natação, capoeira e judô. O segundo bloco “Atividades rítmicas e expressivas” abrange atividades relacionadas à expressão corporal, como a dança. Já o terceiro bloco “Conhecimentos sobre o corpo” propõe ensinar ao aluno conceitos básicos sobre o próprio corpo, que se estendem desde a noção estrutural anatômica, até a reflexão sobre como as diferentes culturas lidam com esse instrumento.

Portanto, a Educação Física não deve se restringir à poucas práticas esportivas. Para Paula Rondinelli, Mestre em Ciências da Motricidade, “se analisarmos uma aula em que o professor trabalha apenas os quatro esportes coletivos (voleibol, basquetebol, futebol e handebol), sob a ótica de uma Educação Física que visa à reflexão do aluno sobre si e sobre a sociedade em que está inserido, logo perceberemos o quão pobre se torna a experiência sobre o corpo nessas aulas. Nesse sentido, é fundamental que a compreensão de si, de sua cultura e de outras culturas seja ampliada, a fim de efetivar a disciplina de Educação Física como um componente curricular educacional”.

Paula Rondinelli salienta ainda, que a “Educação Física tem uma vantagem educacional que poucas disciplinas têm: o poder de adequação do conteúdo ao grupo social em que será trabalhada. Esse fato permite uma liberdade de trabalho, bem como uma liberdade de avaliação – do grupo e do indivíduo – por parte do professor, que pode ser bastante benéfica ao processo geral educacional do aluno”.

 

Fonte: Parâmetros Curriculares Nacionais; Portal da Educação Física; Brasil Escola;

 

 

Imprimir Envie para um amigo por email
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.

Videoteca

Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais

03/12 Impulsiona realiza live sobre atividade física no retorno às aulas presenciais